Vela Virtual

Paz e bem!

O ser humano precisa de Deus ao seu lado e é através de oração que nós conseguimos isso. E é pensando nisso que nós estamos disponibilizando para vocês velas de cores variadas, dando um sentido a mais a sua devoção.

Acenda suas velas e faça seu pedido de oração.

Clique aqui, Cadastre-se e acenda sua vela.

Significado das Cores

É um fato que as cores têm uma grande influência psicológica sobre o ser humano.

Existem cores que se apresentam como estimulantes, alegres, otimistas, outras serenas e tranquilas, entre outros.

Assim, quando o homem tomou consciência desta realidade, aprendeu a usar as cores como estímulos para encontrar determinadas respostas e, a cor que durante muito tempo só teve finalidades estéticas, passou a ter também finalidades e funcionalidades práticas.

É possível, pois, compreender a simbologia das cores e através delas dar e receber informações.

Vejamos alguns exemplos de cores e sua simbologia:

  • VERDE significa vigor, juventude, frescor, esperança e calma. O verde deriva do Latim viridis, “verde”. O verde é uma cor calmante que harmoniza e equilibra. Representa as energias da natureza, da vida. Simboliza a renovação, fertilidade, crescimento e saúde. Cor universal da natureza, atualmente está muito associada a temas ecológicos. É a cor da sustentabilidade e da ecologia.
  • BRANCO está associado à idéia de paz, de calma, de pureza. Também está associado ao frio e à limpeza. Significa  inocência e pureza. O nome branco deriva do franco blank, “claro, branco, brilhante”. Substituiu o Latim albus, de mesmo significado, que nos deixou palavras como alvo e alvejante. O branco revela ainda, sinceridade e verdade; repele energias negativas e eleva as vibrações espirituais promovendo o equilíbrio interior e a sensação de proteção. Também pode ser usado como “coringa”, para todos os propósitos, associando-se com eficiência com qualquer cor. O branco é a combinação de todas as cores. Representa o amor divino, estimula a humildade e a sensação de limpeza e claridade.
  • VERMELHO é a cor da paixão e do sentimento. Simboliza entre outros o amor e o poder. Vermelho deriva do Latim vermis, “verme, pequeno animal”. E tem relação com a época em que se fazia a extração de pigmento vermelho de moluscos ou de cochonilhas. O vermelho é a cor mais quente, ativa e estimulante. Fortalece o corpo e dá mais energia física, força de vontade, conquista liderança e senso de autoestima.
  • ROXO transmite a sensação de tristeza, mas seu significado tem haver com prosperidade, nobreza e respeito. O Roxo deriva do Latim russeus, “vermelho-escuro” e equivale a um pensamento reflexivo e místico. O roxo significa espiritualidade e intuição, portanto, é uma cor que simboliza o mundo metafísico. Ela é vista como a cor da energia cósmica e da inspiração espiritual. Roxo simboliza respeito, dignidade, devoção, piedade, sinceridade, espiritualidade, purificação e transformação. O roxo representa o mistério, expressa sensação de individualidade e de personalidade, associada à intuição e ao contato com o todo espiritual. É aconselhável para locais de meditação.
  • ROSA significa beleza, saúde, alegria e também romantismo. O Rosa deriva do Latim rosa, que por vez derivou do grego  rhodon, “rosa”. Relaciona-se com o símbolo do coração. Expressa empatia e o companheirismo. Transmite fragilidade e delicadeza, sugerindo afeição.

SIGNIFICADO DAS CORES NA LITURGIA

Na verdade, as diferentes cores do TEMPO LITÚRGICO têm o objetivo de manifestar exteriormente os mistérios que estão sendo celebrado pela Igreja naquele determinado dia. Além do mais, visa alertar o povo de Deus para a consciência de que a vida cristã não é algo estático, mas dinâmico e que progride com o desenrolar do ano litúrgico.

  • BRANCO: É usado no Natal, na Páscoa, nas Festas de Nossa Senhora e dos Santos que não foram mártires. É a cor da pureza, da alegria. É usado nos grandes momentos de festa celebrados pela Igreja.
  • VERMELHO: É usado nas festas de Pentecostes, do Sagrado Coração de Jesus e dos Santos Mártires (mortos por causa da fé). É a cor que lembra o fogo do Espírito santo e o sangue dos mártires. É a cor que recorda um amor tão profundo que conduz à doação da própria vida.
  • VERDE: É usado no Tempo Comum. Cerca de 34 semanas formam o Tempo Comum do Ano Litúrgico, sempre começando com o Domingo. Ele é interrompido pelo Ciclo do Natal e pelo Ciclo da Páscoa, ficando assim dividido em duas partes. É tempo de ouvir, de acolher, de conhecer e de seguir Jesus. O verde é a cor da esperança.
  • ROXO: É usado no Tempo do Advento e no Tempo Quaresmal. O Roxo no Advento: O roxo no advento não significa penitência, mas um recolhimento, uma purificação da vida pela justiça e pela verdade, preparando os caminhos do Senhor. O roxo vem acompanhado do sentido de um recolhimento que alimenta uma esperança. O Roxo na Quaresma: Aqui o roxo se refere a uma profunda interiorização num tempo forte de penitência e conversão, de jejum e oração. É também uma espera por um grande acontecimento, que nos convoca a uma preparação adequada.
  • ROSA:É usado no Tempo do Advento em alguns lugares querendo realçar o sentido mais suave deste recolhimento. Ele é usado também no 4º Domingo da Quaresma, chamado de Domingo Laetare (da alegria).

Partilhando essas informações gostaríamos de juntar à sua devoção em acender velas um simbolismo a mais para que, associado a sua fé, possa focar na graça almejada para alcançada os benefícios que se deseja.

AO ACENDER ESTA VELA ESTOU BUSCANDO ALCANÇAR:

  • BRANCA = Paz, Equilíbrio interior, Proteção, repelir energias negativas.
  • VERMELHA = Força, Autoestima, Coragem, Determinação.
  • VERDE = Vigor, Juventude, Frescor, Esperança, Calma, Harmonia.
  • ROXA = Prosperidade, Nobreza, Respeito, Dignidade, Devoção, Piedade, Sinceridade, Espiritualidade, Purificação Transformação.
  • ROSA = Beleza, Saúde, Alegria, Afeição.

Embora pessoas desinformadas e maldosas, por puro interesses pessoais tentem deturpar e associar as coisas criadas por Deus com algo negativo. Nós cristão temos condições de transformar o significado negativo, que dão as coisas de Deus, dando-lhe um sentido positivo. Porque tudo o que Deus criou é bom, quando parecer mau observe o dono das mãos que a manipulam.  

                         “Deus viu tudo o que tinha feito: e era muito bom”. (Gênesis 1,31)

 

Clique aqui, Cadastre-se e acenda sua vela.

Peregrinação

Área do Usuário

Pesquisa

Agenda Pastoral

Calendário Pastoral

Santos do Dia

Santo do Dia

Sto. Antônio Maria Claret, bispo


Fale Conosco

Faça seu pedido de oração, intensões de missas, receba informativos por e-mail ou entre em contato conosco.
Restam caracteres a serem digitados.
Captcha image